quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Há quem não saiba ler!



Não foi necessário reflectir muito para concluir que o problema deste país, é a iliteracia política, pois, quem não sabe ler também não sabe interpretar e o problema reside na interpretação, porque, se concluirmos que sabem ler e que compreendem o que lêem, então ou são asnos, ou cometem actos conscientemente deploráveis e/ou desrespeitam quem neles vota. Vem tudo isto a propósito de, uma destas manhãs, me ter deparado com uma rua, onde todas ou quase todas as caixas de correio, têm uma etiqueta igual a esta, mas onde foram colocados prospectos de propaganda aos molhos. Pergunta-se aos autores de tal alarvidade, se são estúpidos, se não sabem ler, ou se, mais grave ainda desrespeitam os munícipes, os votantes, os cidadãos? Pois é, senhores políticos, a mim, parece-me que quem está disposto a infringir pequenas regras, mostra apetência para muito mais. Quem não respeita os munícipes enquanto mero candidato, não respeitará os munícipes depois de eleito. A política é algo nobre, cuja nobreza, tal como em tudo na vida, está naqueles que a praticam e não apenas no conceito. Um político que menospreza uma etiqueta bem elucidativa da vontade de quem a colocou, revela simplesmente que menospreza a vontade daqueles que eventualmente votariam em si. E para que não hajam dúvidas e não se criem mal entendidos, os folhetos a que nos referimos eram todos do PSD. Enquanto blog cultural somo apartidários, mas a cultura também é reflectirmos e defendermos os nossos direitos. Somos também pela verdade!

Sem comentários: